Série Mulheres no Motocross: Ana Luíza Vieira

Por em 28 de dezembro de 2017
Ana Luiza

No segundo post da série Mulheres no Motocross conheceremos a piloto de Conselheiro Lafaiete Ana Luíza Almeida Vieira. Confira o bate-papo completo com a atleta abaixo.

 

Nome: Ana Luíza Almeida Vieira

 

Data de nasscimento: 05/04/2001

 

Cidade: Conselheiro Lafaiete – MG

 

Quando e por que começou a andar de moto? Comecei a andar de moto com 6 anos. Porém, a fazer motocross foi apenas aos  12. Sempre fui apaixonada por duas rodas, na verdade, por tudo que me trouxesse adrenalina. E o meu pai adorava isso, tinha orgulho, tanto que foi ele quem presenteou eu e minha irmã Íris a uma moto, e é ele quem mantém esse sonho de manter o esporte a nosso alcance.

 

Qual moto você usa? Ando de crf 250r há pouco tempo.

 

Quem é seu maior ídolo? É difícil escolher um único ídolo quando se tem vários. Meu ídolo é Ken Roczen. Também me motivo, me inspiro, nos irmãos Balbi, principalmente na Mariana Balbi, por ser mulher também, ter conquistado tantos títulos e construído uma história dentro e fora do país no mx.

 

Quais títulos você já conquistou? Não tenho um bom resultado quando se trata de títulos, uma vez que, é necessário ser constante, não basta apenas andar mais que seus oponentes. E isso é uma coisa que vou buscar em 2018. Desde 2014 não consigo concluir um ano sem ter nenhuma lesão ou fratura.

 

Qual foi o momento mais importante da sua carreira como piloto? Sem dúvidas foi o momento em que eu troquei de moto, deixando a nacional de lado e passando para a crf 150r. A 150r me proporcionou a possibilidade de  muito crescimento e reconhecimento. O ano de 2017 foi um ano de conquistas também, foi o ano em que peguei a crf 250r , o ano em que consegui boas colocações em campeonato profissional, como o Mineiro. Também foi o ano em que recebi grandes apoios, como o do Crossfit  Conselheiro Lafaiete, que cuida do meu preparo físico,  e do Alex design, que prepara os gráficos da minha moto.

 

O que você diria para uma mulher que quer começar no motocross? Diria a essa mulher que o mundo motocross é fascinante. A família é acolhedora e a sensação é incrível. Que o motocross não é só a parte do final de semana em que você está andando, o motocross é a harmonia, os ciclos de amizades, a família, o final de semana por inteiro!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>